NETOS DE NGUNGUNYANE

No Centro Cultural Franco Moçambicano.Criação colectiva Fundação Fernando Leite Couto, Teatro O Bando e Teatro do Instante

9 Feb 02h30
NETOS DE NGUNGUNYANE

Este objecto artístico nasceu da vontade do TEATRO O BANDO (PORTUGAL) trabalhar a partir do imaginário do escritor Mia Couto, numa parceria muito directa com o TEATRO DO INSTANTE (BRASIL) e com os artistas moçambicanos Bruno Huca, Rita Couto e Sufaida Moyane em parceria com FUNDAÇÃO FERNANDO LEITE COUTO (MOÇAMBIQUE).

 

Apesar do título, este projecto nunca pretendeu ser um documento biográfico sobre a vida do imperador de Gaza, Ngungunyane, assim como não o pretendia a trilogia “AS AREIAS DO IMPERADOR” de Mia Couto. Pretende sim ser uma reflexão sobre a ideia de não haver uma verdade absoluta mas apenas pontos de vista, por vezes distintos, sobre um mesmo evento histórico e artístico, usando os textos da trilogia como um pretexto para falar também de colonialismos históricos e de todos os dias, imposições civilizacionais culturais e estéticas, de guerras, de violências contra a raça, contra a mulher, contra o outro, conta o diferente, dos líderes de fachada, de visões falaciosas da história, de heróis que são tiranos e tiranos que são heróis.

 

Assim sendo este objecto artístico “tri-partilhado” teve uma primeira fase em Lisboa, onde se criou com as equipas dos 3 países o espetáculo “NETOS DE GUNGUNHANA”, sob o ponto de vista da equipa portuguesa, uma segunda fase em Brasília onde as mesmas 3 equipas recriaram o espetáculo sob a direção artística da equipa brasileira com o titulo “NETOS DE GUNGUNHANA: UM DESVIO”,  e chega  por fim a Maputo para um episódio final onde destes encontros nasce o espetáculo: “NETOS DE NGUNGUNYANE”

 

ENTRADA: 350Mz

Desconto para estudantes: 150Mz (mediante apresentação do cartão)

 

Coordenação artística: Bruno Huca e Rita Couto | Coordenação de produção: FFLC

 

Intérpretes:

Alice Stefânia (BR) | Bruno Huca (MOÇ) | Diego Borges (BR) | Fernando Santana (BR) | Rachel Mendes (BR) | Raúl Atalaia (PT) | Rita Couto (MOÇ) | Sufaida Moyane (MOÇ) | Suzana Branco (PT)

 

Figurinos e adereços: Clara Bento (PT)

Música original (primeira versão): Jorge Salgueiro (PT) Colaboração artística (corporalidade): Giselle Rodrigues (BR)

 

Parceiros: Centro Cultural Franco-Moçambicano | Teatro Avenida | Camões – Centro Cultural Português em Maputo  |  Teatro Municipal São Luiz

 

Apoios: Fundac | Grupo Visabeira | Montebelo Indy  | Galp

Apoio de Produção: Ailton Zimila | Mateus Nhamuche